Fortaleça seu delivery para lidar com o Coronavírus. Fale Conosco!

Restaurantes e a pandemia
de COVID-19.

Prezado parceiro,

Você já deve estar ciente sobre a pandemia que o mundo enfrenta desde janeiro, cujas consequências começaram a tomar força no Brasil neste mês de março.

A gravidade da situação que se aproxima em nossa saúde pública é alta, e deve ser tratada como tal. Como nada acontece de forma isolada no mundo, já é evidente que a economia do nosso país passe por dificuldades nos próximos meses.

Contudo, as empresas que trabalham com alimentação têm nas mãos uma poderosa chance de sofrer menos o impacto: o delivery.

Como o momento pede precaução e, principalmente, solidariedade entre todos, neste material colocamos nossas sugestões mais honestas para que nossos parceiros, em sua maioria pequenos e médios negócios, atravessem as dificuldades do momento.

Bons negócios para sua empresa e cuide-se bem <3

Oportunidades e ameaças
no mercado de alimentação

Entre todas as recomendações do Ministério de Saúde, a principal é evitar aglomerações. Por causa disso, a tendência é que os primeiros setores que vão sentir os efeitos da crise serão os de bares e restaurantes (especialmente os que têm atendimento de salão), entretenimento e turismo.

Por conta desse cenário, nossa maior sugestão é: não espere a situação se deteriorar para tomar atitudes, pois só a medida de isolamento por si só já vai frear as vendas presenciais. Sem dúvidas, essa é a principal ameaça para restaurantes.

Por outro lado, o delivery vai emergir com força nas próximas semanas por dois principais motivos: o primeiro é que as pessoas precisam comer. Ficando em casa por muito tempo até é possível que muitas passem a cozinhar mais, mas sempre tem uma parcela da população que não sabe preparar suas refeições ou simplesmente não gosta. O outro motivo é que apenas o delivery é capaz de atender a demanda de alimentação sem ter contato pessoal. O portal de notícias americano Insider, por exemplo, afirma que pedir delivery é o jeito mais seguro de conseguir comida durante a pandemia.
Esse movimento no delivery já está acontecendo em países que estão sofrendo com o Coronavírus há mais tempo. Segundo o jornal inglês The Guardian, os pedidos de delivery na Inglaterra, só até 10 de março, já tinham aumentado 8,7%, enquanto os atendimentos presenciais caíram 6,45%.


Dados do Google Trends mostram que as pesquisas por entrega de comida no Google subiram 27% entre 8 e 14 de março nos Estados Unidos. Já na Itália (país tradicionalmente resistente à cultura de delivery) a pesquisa pelos serviços de entrega subiu 73% (!) de 1 a 18 de março.


Seguindo esse movimento, grandes empresas como Starbucks ou o McDonald’s estão incentivando seus franqueados a atenderem somente pedidos para entrega, drive-thru ou para pegar no balcão e levar para viagem, conforme noticiado pela revista Forbes.

Aos restaurantes que já fazem entrega: fortalecer seu delivery nesse momento será fundamental. E aos que ainda não fazem: iniciem essa forma de operação o quanto antes.

Ações para colocar
em prática já!

Sabendo da função social que o delivery vai representar, colocamos abaixo ações para você implementar imediatamente e conseguir atender a demanda.

Pagamento online

O pagamento online, aquele que o cliente faz direto pelo aplicativo, será essencial para conter a transmissão do vírus entre sua equipe e clientes.

Tanto as máquinas de cartão quanto as notas de dinheiro podem transmitir o Covid-19, e um exemplo disso é que países como Hungria, Coréia do Sul e China já anunciaram que vão desinfetar cédulas para evitar novas infecções, conforme noticiado pelo portal UOL.

Nós do Vitto temos uma boa notícia: o pagamento online sempre foi uma ferramenta extra com custo adicional. Mas devido ao cenário atual, 100% da taxa de implantação está sendo abonada.


Vale ressaltar ainda que você pode criar cupons de desconto válidos apenas para essa forma de pagamento. Assim seus clientes tem mais um motivo para escolher esse método e diminuir o contato no momento da entrega.

Essa condição especial é válida por tempo limitado. Todos os detalhes sobre as bandeiras aceitas, taxa por pedido e demais informações estão neste link.

Leia atentamente e depois solicite a implantação para nossa equipe via chat online :)

Divulgue as promoções do jeito certo

Post em redes sociais não são suficientes para atingir todos os seus clientes. Por outro lado, fazer panfletagem está fora de cogitação porque expõe os trabalhadores e clientes à contaminação.

A ferramenta mais segura e eficaz para ser usada neste momento é o SMS, pois além de ser efetiva é 100% digital.

Nós também temos uma condição especial para SMS: R$ 0,049 cada. Ou seja, menos de 5 centavos por mensagem.


Nós estamos trabalhando para ajudar nossos parceiros e negociamos esse valor com nosso fornecedor de SMS para que todos possam usar essa ferramenta poderosa.

Novamente, trata-se de uma condição especial por tempo limitado. Portanto, aproveite!

É importante dizer que não basta enviar o SMS de qualquer maneira para ter resultados. É preciso escolher qual segmentação de cliente vai receber, incluir sempre uma promoção, adicionar o link para sua página de pedidos online, entre outras ações. Neste link ensinamos como fazer tudo isso :)

E o SMS não é a única forma de divulgação possível. Quando informam promoções, notificações push no aplicativo são bem-vindas e e-mail marketing também.

O importante é comunicar aos seus clientes que você está focando seus esforços no delivery.

Informe sobre seu delivery de todas as formas possíveis

Em primeiro lugar, é preciso informar em todos os seus canais sobre seu foco: o delivery. O aplicativo de pedidos online vai te ajudar nesse momento, já que com ele você pode receber muitos pedidos simultâneos sem aumentar a equipe de atendimento.

Para que isso aconteça, note que o link dele deve estar em todos os perfis da sua empresa.

INSTAGRAM

No Instagram, troque no perfil o link do WhatsApp pelo link do seu pedido online. Lembre-se que conversas pelo Whats demandam mais tempo de atendimento do que quando o pedido já chega pronto. Veja alguns exemplos:

FACEBOOK

Faça o mesmo em seu perfil do Facebook:

WHATSAPP

No WhatsApp, inclua o link da sua página em respostas automáticas.
Essa é uma ação simples, mas fundamental para diminuir o volume das conversas, pois todos os clientes que enviarem mensagens para você vão receber a resposta com o link.

Funciona assim: você deve ter a versão Business e acessar o menu de configurações do aplicativo (pelo celular mesmo). Ali, entre na opção Configurações > Configurações da Empresa.

Recomendamos que você crie as mensagens automáticas na “Mensagem de ausência” (será enviada apenas quando você não estiver online) e na “Mensagem de saudação” (para todos que iniciarem uma conversa com você).


Exemplos



Alguns exemplos de textos que você pode colocar nessas mensagens:

“Olá! Se você deseja fazer um pedido, peça online diretamente neste link www.paginadorestaurante.com.br. Temos promoções exclusivas para pedidos lá :)”

“Seja bem-vindo! Não estamos mais atendendo por WhatsApp. Para fazer seu pedido, por gentileza acesse a página www.paginadorestaurante.com.br. Obrigado!”

“Olá! Já conhece nosso pedido online? Acesse www.paginadorestaurante.com.br e faça seu pedido com 10% de desconto usando o cupom ONLINE10. Aproveite!”. OBS: se você optar por essa mensagem, não esqueça de criar o cupom no seu sistema, ok?! ;)

Colocar o link do pedido online em mensagens automáticas do zap é uma recomendação que já fazemos há muito tempo. Inclusive temos um tutorial com o passo a passo de como configurar isso ;)

Acesse aqui!

Google Meu Negócio

Muita gente não sabe, mas você pode adicionar sua empresa no Google Meu Negócio e assim as principais informações do restaurante vão ser exibidas já na página inicial quando os clientes buscarem pelo seu delivery. Coloque o link sua página de pedidos online também nesse local.
Não sabe criar essa página? Siga os passos :)
1 - Primeiro, é preciso ter um e-mail do Gmail. Se você já tem, faça login nele. Se ainda não tem, crie um.
2 - Em seguida, acesse este link e clique em “Fazer login”. Ali, faça login novamente com seu e-mail e senha do Gmail.
3 - Na tela seguinte, pesquise pelo nome da sua empresa. Ela já pode ter sido criada automaticamente pelo Google (e então vai aparecer nos resultados da busca), ou, se nenhum dos resultados for o seu, clique em “Criar uma empresa com esse nome”.
dos for o seu, clique em “Criar uma empresa com esse nome”.
4 - Na sequência, você deverá preencher algumas informações sobre seu negócio, como o nome, categoria (restaurante), endereço, região de entrega e, por fim, telefone e site. Esse último ponto é o mais importante, não esqueça de colocar nele sua página de pedido online próprio ;)
5 - Pronto, a página está criada! Normalmente ela leva alguns dias para começar a aparecer na busca do Google, ok?! :)

Posts em redes sociais

De nada adianta colocar o link em todos os perfis se você continuar divulgando o telefone ou WhatsApp nas redes sociais.

Por isso, substitua essa informação nos posts por “Peça pelo app” ou “Peça online. Link na bio”.

Além disso, inclua nos posts as promoções exclusivas que você fizer nesse período de isolamento (nossa próxima dica!).

Veja os exemplos dos nossos parceiros @raiuspizzaria e @kuamrak:
Se você não sabe fazer uma arte legal para postar e também não tem um desginer para fazer pra você, o www.canva.com é uma ferramenta que vai te ajudar. Nele você cria imagens bonitas sozinho de um jeito fácil e gratuito ;)

Promoções

Se você não estava pensando em fazer promoções durante o período de isolamento, nós temos duas coisas a dizer para você:

1 - Seus clientes provavelmente vão sofrer perdas econômicas e, com isso, podem diminuir o quanto consomem com delivery;
2 - Seu restaurante não vai ser o único a aumentar as entregas. Seus concorrentes também vão entrar logo nessa tendência.

Desde o início da pandemia nossos canais de atendimento ficaram lotados de donos de restaurante perguntando quais promoções podiam fazer e como configurá-las no aplicativo.

Em tempos de quarentena, a promoção que a maioria dos estabelecimentos está fazendo é a taxa de entrega grátis. Essa é especialmente legal para quem costumava ter muito movimento no salão e agora vai transformar essas vendas em delivery, pois o cliente pode comprar seus produtos pelo mesmo preço que pagaria no atendimento presencial ;)

Mas essa não é a única opção. Neste link temos nada menos que nove (!) ideias de ofertas para cadastrar no aplicativo. Certamente uma delas vai ser um bom negócio para você.

Cuidados de
higiene

Quando falamos em aumentar os hábitos de higiene é preciso deixar claro que não se trata apenas lavar as mãos mais vezes por dia. Se a sua equipe está trabalhando, está exposta ao risco de contaminação.

Algumas medidas de segurança importantes:
01.
Mantenha água e sabão líquido disponíveis para todos lavarem as mãos com bastante frequência.
02.
Entenda que existe uma forma correta de lavar as mãos. Neste vídeo, Drauzio Varella mostra como.
03.
Oriente sua equipe a manter uma distância de pelo menos um metro de outras pessoas. Isso vale para quem está no balcão, para o motoboy na casa do cliente e também entre os próprios membros da equipe. Se você ainda vai manter a operação no salão (mesmo isso não sendo recomendado), organize as mesas para ficarem com no mínimo 1,5m de distância umas das outras.
04.
Utilize álcool 70% na limpeza. Em volumes menores a higienização fica comprometida.
05.
Limpe tudo. Tudo mesmo, não apenas mesas e cadeiras. Maçanetas, portas, corrimão, bisnagas de catchups, bandejas, máquinas de cartão, chaves, controle remoto, e tudo mais que alguém possa tocar.
06.
Não utilize máscaras se não estiver com sintomas. As máscaras não evitam a contaminação e por isso devem ser usadas pelos contaminados, não pelas pessoas saudáveis. Se alguém da sua equipe apresentar sintomas, essa pessoa deve iniciar a quarentena imediatamente.
07.
Dê folga para funcionários em grupo de risco. Pessoas com mais de 60 anos, hipertensos, cardíacos e diabéticos vão sofrer muito mais se contraírem o vírus. Se você tem alguém com essas condições, deixe esse funcionário em casa. É uma questão de responsabilidade.
08.
Aliás, dê folga para o máximo de funcionários que puder. Só de sair de casa sua equipe já está exposta à contaminação. Sendo assim, mantenha na operação apenas o mínimo necessário de pessoas, mesmo que isso impacte em aumentar um pouco o tempo de produção e entrega. Mas atenção: evite demissões neste momento. Lembre-se que quanto mais empregos, mais a economia gira.
09.
Por falar em funcionários, estude a possibilidade de traçar uma rota para todos irem de Uber, organizar caronas solidárias entre a equipe ou outras alternativas para evitar o transporte público. Novamente, isso também é uma questão de responsabilidade com as pessoas que trabalham com você.
10.
Forneça álcool em gel para motoboys. A melhor alternativa de higiene é com água e sabão, mas como os entregadores ficam na rua entre um endereço e outro, higienizar as mãos com álcool é fundamental para a segurança deles.
11.
Por falar em motoboys, sabe por que é tão importante manter o cuidado na função deles? Porque botões de elevador, interfones, maçanetas e portões são locais que podem estar infectados (entre muitos outros).


Essas são apenas algumas medidas. A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL) preparou um material com várias recomendações de higiene. É possível acessá-lo gratuitamente clicando aqui.

O que estamos fazendo por aqui!

Nós do Vitto também nos preocupamos com quem está ao nosso redor e tomamos medidas por aqui.

Desde 16 de março nossa empresa está fazendo trabalho remoto, com cada membro da equipe em sua casa, atendendo às recomendações de isolamento social.

E para os nossos parceiros negociamos taxas melhores em serviços adicionais (SMS), removemos a cobrança de implantação do pagamento online - que será um grande aliado, e unificamos essas e outras ideias de estratégia neste material gratuito.

Por fim, vamos atualizar esse e-book caso ocorram novas alternativas para serem comunicadas. Não importa qual seja o adversário, o Vitto estará sempre ao lado do restaurante.

Fontes


ABRASEL https://drive.google.com/file/d/1gnSFdzF42fjpyKsoB6Ran7BLMiSgW4xo/view

Forbes https://www.forbes.com/sites/andriacheng/2020/03/17/coronavirus-outbreak-may-give-food-and-grocery-delivery-sales-and-blue-apron-a-big-jolt/#396744d45bba

Insider https://www.insider.com/food-delivery-safe-during-coronavirus-experts-advice-groceries-meals-2020-3

Portal UOL https://economia.uol.com.br/noticias/efe/2020/03/10/hungria-desinfetara-dinheiro-para-evitar-contagios-de-coronavirus.htm

The Guardian https://www.theguardian.com/business/2020/mar/10/delivery-and-digital-services-thrive-on-coronavirus-outbreak

E-book feito com carinho e com a experiência
de toda a equipe do Sistema Vitto

O Sistema Vitto é muito mais que o software de delivery online mais usado do Brasil, são pessoas comprometidas para fazer restaurantes crescerem mais fortes e organizados. O sucesso de cada um dos nossos parceiros é o nosso sucesso - e essa é a razão do nosso trabalho.

Através de dezenas de funcionalidades para a gestão completa de restaurantes, o Vitto unifica a gestão de marketing, PDV, site, aplicativo próprio e muito mais.

Fale Conosco

www.sistemavitto.com.br